quarta-feira, abril 23, 2008

Veja, minha gueixa

Continua, tudo aquilo que fugiu do pensamento e do pensamento fugiu pela rua, pena, mas não está aqui e se estivesse aqui e se eu estivesse aqui, talvez estivesse esse quase azul do céu que preenche lacunas en la luna, mas agora, você está próxima de chorar esse desastre, essa tragédia, essa porra, essa e outras mais complexas. Tudo que você prometeu sem ver, num ponto caótico. Escrevo a coisa sob o crivo de olhares-alheios, falsificador de palavras pra não haver censura ou redundância em qualquer ser humano ou falsa alegria. Escrevo pensando em silêncio, não entender os floreios da dor, encara o seu fascínio. Seja, de algum ponto vista vazio do tempo vazio interior da letargia quântica em qualquer-ponto do tédio, me entrego à vida. Fugiu pela pena, Bruna Gil, pela pena. Entrego carta a mim mesmo, divídas e receitas, dúvidas e receios, nada de coisa elaborada. Comer palavra, nada de redenção, nenhum alívio. Mas elas estão aqui, anjos do próprio demônio. E depois de tantas tentativas desse limite, no mínimo rebelde, fôlego proporcional ao fôlego daquilo que duvido, define a dor do que quase secretamente mística ele propõe, o erro. Carta a mim mesmo, nada de coisa elaborada, comer palavra. Nada de redenção nenhum alívio algum, mas elas estão aqui, anjos do próprio demônio. Depois de algumas tantas tentativas desse ter limite, no mínimo rebelde. . .
>¨<

23 comentários:

Papagaio Mudo disse...

Hay Kái

"Gerundiando"

Encerrando em números pares
captura o que jamais
pôr do sol
nossos olhares

>¨<

Cris Moreno disse...

As pistas:

A imagem da gueixa;

Blue Alert;

Post;

Blog Cirurgia Geral;

Hai Kai.

OK.

<">

Cris Moreno disse...

"18" par - Hai Kai !

Caramba, vc está acabando comigo isso sim, seu Gustavo!

Beijinhos.

Gus, faz uns três dias que estou falando com você, dentro de meu painel do gmail. Você acredita? É assim, não consigo abrir a sua caixinha de comentários aqui no blog. Tenho que sair da blogosfera, voltar para o gmail. É aí que abre a sua caixinha de comentários. O seu blog está pesado para mim. Não sei porque. Não estou conseguindo abrir os clips e os links. Vou ver o que é.

<">

Papagaio Mudo disse...

O que você descobriu no link, cirurgia moral.blogspot.com?
O meu blog exije resiliência. Espero que resolva logo esse ruído semiótico, pois, na semiótica aplicada, a "caixinha de comentários" é nosso "objeto imediato" (mediador) da nossa comunicação.
estou apaixonado por suas palavras, cris, mas aposto que seu blog é mais pesado que o meu. Peso de intensidade, mas, raro de você. Esparço de você.
Cirurgia (M)oral
com eme.
Quero publicá-la. Me ajuda a selecionar tais Posts?
Responda por email.

>¨<
Gustavo

Papagaio Mudo disse...

As pessoas não se interessam por nada, hoje em dia.

Cris Moreno disse...

O e-mail é cristmoreno@gmail.com

Você pode me mandar um e-mail? assim ficará registrado no arquivo. Não consigo nem abrir o seu perfil.

<">

É verdade, Gus, as pessoas estão dispersas. É, você tem razão. Eu preciso falar mais no blog, além do que já falo através de imagens, poemas e poesias. Vou dá um jeito nisso.


O seu último comentário foi par - "18" !
E o meu penúltimo tb. Não sei agora este.

Beijinhos.

Estou falando dentro de seu blog agora.


:)




<">

Cris Moreno disse...

Caramba, "9" ! Bingo!

<">

Papagaio Mudo disse...

O próximo a comentar será o nono.
nono= vôvô em italiano.
Você gosta do número nove?
Pra mim representa um "quase", "um-monte-incompleto-de-alguma-coisa", "desespero", "velhice", "quase fim". Assim como o número 1 representa "começo", "superação", "singularidade"...

>¨<

Cris Moreno disse...

Caramba, vc "1" !

Nasci em um dia 9 de um mês 8 !

<">

spersivo disse...

Papagaio,
Será um prazer,mas, estou de viagem em Belém e só poderei ajudar na próxima semana. Serve? Se servir mande o poema para silvio.persivo@gmail.com. Um abraço e grato pela visita. Gostei muito do seu blog. Um abraço amazônico. Silvio Persivo

Bruna Gil disse...

eu gosto tanto do que voce escreve, sabia?
às vezes não comento por pura falta de tempo, mas que venho sempre por essas bandas, ah... venho sim.
é uma honra ser citada em qualquer coisa que venha de você.

e um adendo: o número 9 é o meu preferido.
Uns beijos e se cuida sempre.

Cris Moreno disse...

Gus, o Silvio está em Belém. Acabou de deixar um comentário. Posso encontrá-lo no Hilton Hotel. Caramba, que legal.

Legal a Bruna tb.

Outra: no tarô mitológico existem duas cartas que parecem negativas, mas na verdade são positivas. Vejamos: a torre e a morte. Mentalize com o número nove. Para que exista recomeço, é necessário destruição. Ou seja, mudança de conceitos e por ai vai. O nove chama o número 10 que é o 1, que só existe porque atrás dele está o nove - a quebra de tudo.

<">

Papagaio Mudo disse...

Persivo,

Claro. Serve demais. Só tenho algumas dúvidas poéticas. Exemplo, de william Blake:
na tradução de Mario Alves Coutinho:
do original, "the busy bee has no time for sorrow", na dele, "a abelha ocupada não tem tempo para o sofrimento",
na minha, penso que: "a abelha diligente não tem tempo para mesmices". Que tal?

>¨<

Papagaio Mudo disse...

Bruninha,

Me comove ouvir(ou ler)isso vindo de você, minha pequena grande menina prodígio.
Já disse que quero publicá-la, não é? pois a hora pe agora e a honra é toda minha.
Beijos,

Gus

Papagaio Mudo disse...

Cris,

Achei econômico o seu elogio à Bruna Gil. Ela é mesmo versátil e repetitiva, assim como todo autor que se busca e talvez quisá se encontre um dia, reversando a mesma poesia, oxalá de forma mais cínica, contente ou expressiva.
Um beijo carinhoso,

Gustavo


>¨<


(sua gatinha é linda!)

Papagaio Mudo disse...

ah, dissertação sobre números:

Sou do mês 2, nasci no dia 19.
Diga(m) você(s) e depois faço eu a minha interpretação, vale?
Beijim, China

>¨<

Também conhecida como Pequim, capital das próximas Olimpíadas.

Cris Moreno disse...

"4:44" !

Menina do mar disse...

sua gueixa, minha deixa pra desejar bom final de semana!
beijos

Papagaio Mudo disse...

Bom fim de semana!,

Menina do mar. não some não, viu?
Estamos na área.
Beijos,

Gus

Cris Moreno disse...

Limpeza na casa! Gostei! Tive o mesmo pensamento!

Adoro vc!

<">

Cris Moreno disse...

"9" !

Beijos.

Cris Moreno disse...

Caramba, pensava que estava sem crédito na casa. Gus, sei perdoar, mas não sei como é amar.

Beijos.

Gostei da poesia no final.

<">

Cris Moreno disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.