sexta-feira, junho 06, 2008

but not like before

não caia nos meus encantos. não seja mais uma vez. eu simplesmente gosto tanto. chora o tempo o mesmo pranto meu- ele e eu- tanto. canto para que me lembres quando eu me for. a esperança vê o invisível, sente o intangível e consegue o impossível. a esperança me acompanha. a única virtude que não escapou da caixa de pandora. Como diria Camus Melhor seria ao homem que a tivessem deixado escapar, deixado ir. não viveríamos inúmeras angústias. é difícil explicar que estou passando por uma grande mudança. não quereriam saber, não iriam entender...

3 comentários:

Papagaio Mudo disse...

comentem!

>¨<

P disse...

tá carente, baby?

Papagaio Mudo disse...

muito. Você nem acredita...

>¨<