sábado, julho 05, 2008

Katze gemuetlich

Tens razão. vês, Gabriela? ninguém compareceu ao formidável enterro de sua última quimera, escrever é algo mesmo engraçado.

Sou uma Sombra! Venho de outras eras,

Do cosmopolitismo das moneras...
Pólipo de recônditas reentrâncias,
Larva de caos telúrico, procedo
Da escuridão do cósmico segredo,
Da substância de todas as substâncias!

...mesmo quando se constrói uma paráfrase para falar o que não há pra dizer. O que dos Anjos diria Augusto dessa minha rima besta? Eu me emociono ouvindo João Gilberto cantar Retrato em Branco e Preto. Coleciono andores. Lembra-me um Chet Baker gripado- faz ver, faz fraquejar. É certa ilusão uma secreção, uma certidão de nascimento, de um atestado d óbito, sólido claustrofóbico. Somos juntos todos nós uma diversa solidão. Em andamento independente do processo. Se control cê control vê tudo sente e se arrepia. Vai começar o diário da madrugada, levantem suas saias. noites adentros de vários eus estive chovendo como um táxi, Steve nervoso na Savassi, cansado e com sono sem falar português. Sean voltou pra sua casa gelada, voltou a trabalhar fazendo nada. salta gravoche salta! num riso de tormenta. Independente dos autos do processo, au revoir, nem anjo nem monge.

31 comentários:

Menina do mar disse...

Boa noite!
um beijo!

Hellen Rêgo disse...

Pq eu to vendo de novo coisa estranhas por aqui?
...
bjos

Papagaio Mudo disse...

boa noite! menina do mar
durma bem!
beijos,

>¨<

Papagaio Mudo disse...

Hellen,

porque coisas estranhas acontecem...

>¨<

Hellen Rêgo disse...

eu sei,
mas agente tem q ignora-las.
bjo

Papagaio Mudo disse...

tu me ignoras?

o bello bizarro
>¨<

Hellen Rêgo disse...

ai garoto....
vai dormir, vai
rsrsrsrs

Papagaio Mudo disse...

de fato!

>¨<

Edson Junior disse...

você está bom com jogos de palavras. é o tipo de coisa que o meu conservadorismo não me permite fazer. na prosa, sou uma espécie de parnasiano. contudo acho mesmo admirável a capacidade dalguns em fazê-lo - e fazê-lo bem. coisas da língua - em especial àqueles que usam títulos germânicos.

grande abraço.

Papagaio Mudo disse...

rsrs..
tu és magnífico, Ed. principalmente em se tratando de observações estilísticas..
comentários profiláticos
abraço,


>¨<

Cris Moreno disse...

Ontem à noite(madrugada, hoje, portanto), escrevi em um comentário de arquivo que sou apenas uma sombra.

Beijos, Gus
Saudades.

<">

Hellen Rêgo disse...

Um ficou estranho,
a outra virou uma sombra,
ave maria
o que anda acontecendo com vcs?
:)
bjos
bom domingo!

Papagaio Mudo disse...

transmutação...
o próximo virará uma barata
e a outra uma sereia
e outro um náufrago

>¨<

domingos...

Papagaio Mudo disse...

uvas de dívidas
ivas de dúvidas
vulvas, dádivas

>¨<

caiocito disse...

hecce blogger

Papagaio Mudo disse...

ecce comment

caio disse...

�mber coment
wunder comic
�gua t�nica

Papagaio Mudo disse...

tão importante quanto saber onde vai chegar, é saber como sair...

>¨<

Papagaio Mudo disse...

àgua tônica octogonal...
quadrada! oras

Cris Moreno disse...

ecce sombra

Cris Moreno disse...

gin vodka

Hellen Rêgo disse...

kkkkkk
só vcs mesmo...
:)

Cris Moreno disse...

frio fogo

Papagaio Mudo disse...

dualismo atávico,
sombra e Luz,
troça de mim agora!?

>¨<

Papagaio Mudo disse...

marcando a fronteira d uma área sagrada.

>¨<

A lenda disse...

deixa eu finalizar esse parangolé:

Machismo nicho
século vinte

Século XIX
Rilke

Homofobia
chiste

Caiocito - a lenda.

Papagaio Mudo disse...

modéstia - a lenda...

>¨<

Cris Moreno disse...

Século XXI
Pó do Pós

Deixe disso, seu menino!

Papagaio Mudo disse...

viva o 3º milênio?

>¨<

Cris Moreno disse...

Viva? ou Cheire? Já percebeu os absurdos que estão acontecendo? UAU! Viva ele! Carambah, Gus...estamos indo mal...muito mal!

Beijinhos.

<">

Papagaio Mudo disse...

Para toda doença existe uma cura...
Acalme-se e não seja tão fatalista, mesmo que esteja vendo a tragédia acontecer com seus próprios olhos, ao vivo e em tempo real...
Beijos,

Gustavo