quinta-feira, outubro 30, 2008

fragmento saudade

Que saudade, que bom termos na nossa língua essa palavra repleta de significado. Que saudade de dizer eu te quero, saudade de querer cuidar, querer bem, querer perto, querer bem perto. Criando atividades para reduzir a lista de saudades. A janela emoldura a paisagem, ladrão de entardeceres, calor avermelhado de luz sobre as cores, sobre as nuvens. Saudade de querer ter saudade. Os tons bucólicos sempre me emprestam a tristeza, e a noite me revela seus segredos. Doce é morrer no mar, doce o seu beijo, seu jeito de fazer. Escrevo apenas aquilo a quem não me pede licença pra ir embora. Embora eu queira bem sem saber. Vem cá, me dá sua língua. Minha medida. Eu inventei você.

10 comentários:

Menina do mar disse...

Lindo (:

Papagaio Mudo disse...

gostaste? menina do mar...
chuaaa...

>¨<

Papagaio Mudo disse...

será que você, esse alguém, existe?

>¨<

Anônimo disse...

E verdade, ótima crônica, tem muito haver com sua personalidade criativa e envolvente. Claro, foi vc que escreveu. Mas foi extremamente feliz!

PArabéns! Gugo!

taty

renata.ferri disse...

"A saudade mais dura - e irremediável - é aquela que temos de nós mesmos" Mario Quintana

Salom'ao disse...

Legal cara, realmente legal este ambiente!!!

Gustavo disse...

Lindo texto, adoro a palavra saudade, tão bela quanto o sentimento que ela nos desperta.

Abração!

Carta disse...

...sossegue, o amor é isso que você está vendo: hoje beija, amanhã não beija, depois de amanhã é domingo e segunda-feira ninguém sabe o que será.

Drummond de Andrade

Papagaio Mudo disse...

Carta Rasgada,

sinta-se à vontade para visitar meu tagenbüch, meu caderno de notas. Mas deixe a humilhação de lado.
Abs,

Gustavo

ps: você parece planar acima dos mortais com seu julgamento. Soberana...

Codinome Beija-Flor disse...

Gustavo.
Obrigada pela visita, o texto "Escrita Cristalina" é meu sim, tudo que coloco que não é meu sempre fica em "Itálico" e digo a autoria.
Ler esse seu post sobre "SAUDADE" é encanador e de saudade entendo muito bem.
Vou voltar aqui com calma e ler muito mais, agora é horário de trabalho e se eu me deixar levar pela leitura do seu blog esqueço do tempo.
Abraços