quarta-feira, outubro 08, 2008

Seu Jorge

Quando as coisas do coração
Não conseguem compreender
O que a mente não faz questão
E nem tem forças para obedecer
Quantos sonhos já destrui
E deixei escapar das mãos
E se o futuro assim permitir
Não pretendo viver em vão
Meu amor não estamos sós
Tem um mundo a esperar por nós
Do infinito do céu azul
Pode ter vida em marte
Então vem cá
Me dá a sua língua
Então vem
Eu quero abraçar você
Seu poder vem do sol
Minha medida
Então vem
Vamos viver a vida
Então vem
Se não eu vou perder quem sou
Vou querer me mudar
Para uma Life on Mars

5 comentários:

Papagaio Mudo disse...

do filme "A Vida Aquática" com Steve Zissou.

>¨<

a lenda disse...

no wikipedia vc acha mais informações. abrazoz

Halema Maya disse...

" Não te quero ter, porque em meu ser tudo estaria terminado,
quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados
para que eu possa levar uma gota de orvalho nessa terra amaldiçoada,
que ficou sobre a minha carne como uma nodóa do passado.
Eu deixarei...tu irás e encostarás a tua face em outra face
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada,
mas tu saberás que quem te colheu fui eu,
porque eu fui o grande íntimo da noite
porque eu encostei minha face na noite e ouvi a tua fala amorosa
porque meus dedos enlaçaram os seus dedos de névoa suspensos no espaço...
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado
E eu ficarei só como os veleiros nos portos silenciosos,
mas eu te possuirei mais que ninguém,
porque poderei partir
e todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas
serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada..."

Vinícius de Moraes, mas é tão feminino que me lembra muito a Hilda Hilst

Papagaio Mudo disse...

Lembranças...

>¨<

mande, ou deixe.

Papagaio Mudo disse...

cliquem no link de "a lenda"!
boa informação do Wikipédia!

>¨<