quinta-feira, janeiro 22, 2009

Alfama

u n e _o f f r è


Agora
que lembro
nas horas ao longo do tempo

Desejo
voltar
voltar a ti
desejo te encontrar

Esquecida
a cada dia que passa
nunca mais tive a graça
dos teus olhos que eu amei

Má sorte
foi amor que não detive
e se calhar distraiu-me
qualquer coisa que encontrei

música de Alain Oulman
poesia de José Carlos Ary dos Santos

3 comentários:

Raquel Emanuelle disse...

Dizem que Alfama é Lisboa antiga. Muito charmosas as imagens do vídeo, devem ser do bairro. Envolvente a música. Engraçado o forasteiro. rs

Papagaio Mudo disse...

Raquel,

Realmente, nem reparei nessas imagens a primeira vez que vi. Ouvi somente a música, que é fascinante!
Beijos,

Gu

Menina do mar disse...

Teresa Salgueiro.
Uma mulher com uma voz fascinante...
beijos e bom fim de semana