quarta-feira, março 04, 2009

engolindo vírgulas

Para ler ao som de Dexter Gordon

Lindomar disse:
__ Bonita montanha.

Quando não pude mais dormir, aprendi a escrever. Já não consigo dizer palavra. Embora eu diga isso e esse muito seja tanto, no fim não há assunto, no fim é tudo sobre mim mesmo, no fim não disse nada. Não sei o que querer escrever. Sinto que minha cabeça ainda está cheia e meu coração vazio. E tenho medo que essa seja uma característica do comportamento pós-moderno. A quantas anda? Perdido no deserto das idéias. Meu cérebro encolheu duas vezes de tamanho. Die Zällen a contagem de neurônios foi feita na escala de Hoffman. A janela em busca de inspiração. De repente parece (eu sei, apenas parece) que tudo parou. As nuvens não se movimentam porque não há vento em minhas retinas. Venta o meu pensamento, venta o calor que faz aqui dentro. Vês? como não há nada a dizer? A gastrite e o sono mal dormido, ó anjo psico-analisado, me devolva tudo isso. Ninguém me liga ninguém me telefona, ninguém quer oi ou adeus. Parece que tudo parou, escrevo amargurado, sem o grande desejo da vitória, sem o grande medo da derrota. Quisera mesmo a Esperança ter deixado escapar da caixa de Pandora. Sem a ilusão dos sentidos, sem a realidade dos sentimentos. E ainda sim tomar um café gelado e escrever. Chegamos juntos à conclusão que o nosso fim (filme) já passou... seguir viajem.
__ Onde fica a próxima estação?
__ Por quê? quer descer? a próxima estação fica – e foi elevando a voz - onde o destino te guiar – concluiu o anjo.
__ porra! e o quê que eu faço até lá !?
__ Ah, meu amigo, aí você tá pedindo demais. Vai seguindo a sua vidinha aí, da forma simples como te ensinamos – e sumiu.
Filho da pura! penso que ele nunca existiu. Quando eu disser que tenho 31 três vezes já terei cinquenta.


>¨<

7 comentários:

Menina do mar disse...

Não esperes pelos cinquenta... Faz-te à vida!

Bruna Mitrano disse...

"As nuvens não se movimentam porque não há vento em minhas retinas", é por aí.

A minha caixa de Pandora tá vazia, esperança escapou (deve ser influência da pós-modernidade).

Eu desceria em qualquer lugar, nada de esperar esse tal de Destino.

Bom ler e ouvir.

...

Ah, moço, vc seguia meu blog, né? teve um probleminha lá e algumas pessoas sumiram. Tô reconstruindo tudo.

ParadoXos disse...

e a narrativa prossegue como prossegue a vida!

abraços

Silvares disse...

Piu, piu, piu... cantei.

:-)

Repara, papagaio amigo, que um anjo é um pássaro com cabeça humana. Anjo não foi fabricado para pensar. Vê bem que Lúcifer, o Diabo, Satanás... esse gajo, era um anjo que pensava. Foi por isso mesmo que Deus, Jeová, esse tal, o fez caír nas profundezas. Porque Lúcifer, que era o preferido de Deus, pretendeu ser melhor que o próprio Criador! Já viste maior desfeita? Daí que, depois do caso de Lúcifer, Deus tenha passado a fazer anjos que mais se parecem com loiras-burras, esses adoráveis seres de carne com osso.
:-)

Um abraço.

Liberté disse...

Horoscopo do café

Um futuro apolínio em direção as estrelas!

trim trim!

Dulcineia (Lília) disse...

Gus,

Just to say "oi", Hi, to say "i care you"
Bonito texto.
Ninguém te liga? Liga tu, ora! cria oportunidades, abre espaços.
Deixa os anjos em paz, rs
Começa a olhar atentamente tudo à tua volta. A sorrir.
Flui mais e pensa menos.
Sente mais. Reúne os amigos numa festa, todos falam "gibberish" (xiribriachtchm maliosh) , vê filmes para rir.
Depois, que interessam as estações? Flui, ri, sorri.
Mexe-te, movimenta-te!
Um abraço com um imenso carinho, de Lisboa, de mim.

Alice Salles disse...

Oi!