terça-feira, abril 07, 2009

Friederich - Samádhi


Meu nome é Gustavo Alvarez Perez. Gustavo. O nome que minha mãe me deu para me representar. Estou no alto de uma montanha vestindo apenas uma túnica branca, cabelos loiros anelados, as mãos abertas sentindo o vento. Essa túnica branca, agora é a minha única vestimenta. Agora não me chamo mais Gustavo. Sou um espírito, tenho um nome espiritual, mas na terra já tive vários nomes. Já nasci no Brasil, na Europa, na China. Já vive nas montanhas geladas. Nas tundras da Sibéria. Já atravessei montanhas e campos. Já fui monge, já enfrentei guerras, já fui da corte de César. Fui amigo de Robinson Crusoé. Ajudei a construir as pirâmides do Egito. Já vivi em antigas cidades, pequenas vilas. Já atravessei mares. Já me isolei das pessoas para não sofrer. Já nasci no continente ártico e antártico. Já nasci nas geleiras. Vivo na Terra desde os primórdios da existência humana. Já vivi em um navio pirata. Já fui uma mulher, muito bonita e desejada, e muito inteligente. Já vivi nas planícies, já tive filhos, netos. Já morri tantas vezes quanto vivi. Em um leito aconchegante, cercado de familiares, mas também já morri sozinho e abandonado em picos de montanhas frios e desertos. Daí o medo da abjuração, da desvalia, do desamparo. O medo da solidão foi o chip que permaneceu e prevaleceu em meu corpo. Estou no alto dessa montanha, vejo o mundo dos homens. Do alto dessa montanha vejo os homens se digladiando por poder, mulheres se digladiando pela beleza, crianças com desejos absurdamente consumistas. A terra não está em harmonia e sinto os reflexos dessa desarmonia. Nesse momento está acontecendo na Itália um tremor de terra. Muitos morreram e os que sobreviveram estão deitados. Os que estão de pé ajudam os que estão deitados. Eu estou de pé e permaneço de pé. Meu nome é Gustavo Alvarez Perez. Não tenho nome, sou um espírito. Já tive mil nomes! Eu sou luz. Se eu passo e não me vêem é porque estão cegos. Eu estou de pé.

31 comentários:

BAR DO BARDO disse...

o vazio que engendra sismos...

tao te ching

zen

nirvana

my name is nobody

and i'm dead

Eduardo P.L disse...

Invisível ou não, sua FOTO DO PERFIL foi postada ontem, e portanto, já é candidato a ser minha VÍTIMA um dia !!!! srsrs

Forte abraço

Menina do mar disse...

Por isso és esse ser especial...

Papagaio Mudo disse...

Invisível Edu?

Bardo is dead

obrigado menina

o silêncio é de cristal

Bruna Mitrano disse...

Isso me lembrou uma crônica que eu amo do Rubem Braga: Morro do Isolamento.
Você é vários, sim.

Seu blog tá cheio de coisa boa, vou bisbilhotar aqui tudo que ainda não vi.

Papagaio Mudo disse...

Fique à vontade, Bruna.

aceita um café? adoro Rubem Braga.

Gustavo

nina rizzi disse...

ahá!!!! eu tinha certeza que já o tinha visto 'por aí'!

beijo :)

Papagaio Mudo disse...

:)

oi nina!
bjo,

gus

Alice Salles disse...

samádhi.

Tempestade disse...

Não é necessário nomes para nada!

Beijos Tempestuosos!

Bruna Mitrano disse...

Nossa, parabéns! Queria eu ser, não pai, ser mãe, algum dia...

Mara faturi disse...

Obrigada pela visita;)
Que lindeza!!!!!!!!!!!!!
bjo!

Papagaio Mudo disse...

Por nada, Mara.
Apareça mais vezes.
Bjos,

Gustavo

A Moni. disse...

Não, amigo Gustavo.
Você errou na interpretação.
Mas é essa a maravilha da poesia... A possibilidade de pensar no que nos povoa a mente!

Abraço.

Moni

Papagaio Mudo disse...

Oi Moni,

Peço desculpas. Sabes, para os budistas não existem desculpas, mas nem sempre é fácil ser budista...
Bjos

Gustavo

Silene Lado B disse...

Vc chamou, eu vim te visitar. Ontem mesmo, de madrugada, já tinha lido este incrível texto, até sonhei com as coisas que me marcaram!! Vc é "z" e eu sou "s" !! Beijo, Silene Peres

Papagaio Mudo disse...

Que bom que você veio, Silene.
Li seu texto hoe e achei que estavam, de alguma forma, relacionados. Você sonhou? que legal!
Beijo,

Gustavo Pere(z)


ps: eu também reparei nesse detalhade... hahah

roserouge disse...

Bem, como é que é? Quando sai o teu livro, afinal?! Já merece. Bom demais, adoro a tua forma de escrever e de te expressares. Quem me dera escrever assim!

roserouge disse...

Adorei o novo cabeçalho!

Eduardo P.L disse...

Gustavo,

GRANDE CABEÇALHO em TODOS os sentidos da palavra!
Obrigado pelo VARAL.
Como não encontrou meu e-mail? É só ir no sidebar, ou no Perfil.
Mas como anda sumido, vou te relembrar: meu blog ( entre outros) é o VARAL DE IDEIAS. Te espero lá!

Forte abraço

Papagaio Mudo disse...

Rsrsrs, sempre começando com risos... (percebe?, Dulcinéia)
Grande Edu,

Seu sidebar anda um tanto 'poluído', com o perdão da palavra, feia palavra. É que nesse caso a palavra fala, poluído = cheio de tudo. Claro que são só coisas boas. Enfim, é um monóxido interessantíssimo de se respirar. Porém, na pressa, foi impossível encontrar. Erro meu. Como percebo, ter recorrido à minha fiel Dulcinéia, funcionou com presteza.
Abraços,

De La Mancha

ps: não cometerei mais esse descuido.

Menina do mar disse...

Ei Samádhi, o teu cabeçalho tá demais!!!

expressodalinha disse...

Cuidado. Já houve homens que por muito menos criaram uma religião!

Papagaio Mudo disse...

Oi Jorge,

É exatamente por isso que eu dizia pro Edu P.L e pra Roserouge que eu não queria ter 'seguidores' no meu blog. O poder sobe à cabeça, queremos mais e mais fiéis. E começamos a pregar com mais fervor e a falar com vozes mais proféticas é isso! Igreja Heptagonal da Lua Cheia da Terra de Jeová Que se Levanta de Costas para Sol da Tera de Judah.
Aleluia irmãos.

pastor Karl-Willem-Albert-Erich-Gerhard-Hans von Brauer

amém

Gisele Freire disse...

Caramba! Isto é lindo, o que esreveu!
Adorei vir aqui!
Gisele

Dulcineia (Lília) disse...

rsrsrsrsrsrs
muitos rsrsrsrs
Criaste uma seita!!!!ahahahah

No princípio era o caos...
... no meio o De la Mancha, a combater os moínhos de vento1

... no fim: a terra tremeu!
rsrsrsrsrs

PS1: adorei o cabeçalho! doce e sensual!
PS2: toca de ler o side bar, principalmente do varal, rs

E, agora, Senhor meu, saio.
Discreta ou descretamente??? ahahah
Sorry, sou incorrigível, Gus!
Aceito retribuições!
Beijos, na testa

Papagaio Mudo disse...

Com respeito, amor e carinho, beijos,
passarinha minha,

Gus

roserouge disse...

A Seita do Papagaio Louro! rsrsrs

caiocito disse...

guru de pijama
abrazoz

jugioli disse...

Papagaio não tão mudo, lindo texto
e obrigado pelo sensível comentário.

bjs

Feliz Páscoa

@dis-cursos

Texto-Al disse...

belo cabeçalho. gostei mt do texto, tem força.

T.