quinta-feira, maio 14, 2009

Drink Ma' Last Zumzum


Volto às redundantes e recônditas reticências... às dissonâncias ruídos fraquezas e delas nada quero. Renascendo no verso sem pedir licença, sem preferências, acredita. Confusa me ataca fico mudo fico puto fico mudo e no fim da festa os Josés vão embora. Eu detesto despedidas. Detesto funerais. eu Gosto da vida. Detesto e amo as caras que vi de espanto na noite noir, as caras de espanto. Haja caras, haja metáforas. Acostumei-me com caretas de tanto operar cirurgias morais nas noites de opulência, onde os fins ao amanhecer, esses fins eram meus. Fizeram dos frangalhos verdadeiros lampejos. Vagavam ao sabor das palavras que lambiam vulvas flamejantes. A ígnea flama flui em eflúvios, em vírgulas. Estou também confuso. Ich...


Fluem mais de fato que de acaso, mais de afeto que de abraço.
Morna é a fragrância da
Madrugada.

Fragmentos harpejados, naquele teclado de sopro que se toca como flauta, herméticos de Fátima e
agulhas náuticas
no mar de Malta,
maltês

Amalgamada
farfalha
n'alma
fleuma
flora.

murmurejando
ciciando
não
sei
se
ocorre
ou corre
eu canto

rumorejando
negro
pardo
e santo
meu lamento
meu salamaleque
meu breque

meu zumzum

21 comentários:

Tempestade disse...

Acho que vou ter que voltar aqui durante o dia pra reler!
Beijos Tempestuosos!

Papagaio Mudo disse...

passa amanhã...
Beijos Intempestivos!


von das Wetter

Papagaio Mudo disse...

afava-me a fúlvida resvância
Reflecha nu-)ortalhejar das ex
ex-manias, escambrose, extrato de Itu
anônimo-otário.

comenta e serás deletado...

Papagaio Mudo disse...

das Wetter
von Das Wetter sein

Flug

nina rizzi disse...

gustavo,

adoro palavras soltas. como souvenirs. penso agora em todas ligadas ao mar. são as palavras mais lindas do mundo em tudos línguas
: afogamento
naufrago
cais
porto
atracados
docas
alfandegados
marinheiros
barcos
velas
(a)mar
areia
pedras
marinho
maritimo
ondas
salgado
águas
oceano

e por aí vai...

a imagem do blogue me fez lembrar de "panis et circenses". muito boa :)

beijos saudosos.

Papagaio Mudo disse...

peque(-nina)
ragazza

parole
......sciolte
.
.
...bella stoffa

bacio,

gustavo

BAR DO BARDO disse...

rompes prosa e poesia

o caos foi dado à luz

gustavo, o feiticeiro nórdico, continua manipulando mistérios

aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhh

BAR DO BARDO disse...

ei, parabéns pelo hermeto, genial. excelente ideia a sua, gustavo.

estou encantado.

mais um bruxo...

Gisele disse...

Que lindo Gus!
o Hermeto tb :)
Abraço
Gi

" Minha Vida" disse...

Bonito blog obg pela tua visita

bjs

Papagaio Mudo disse...

dear Minha Vida,

eu que agradeço.
volte mais!
bjs,

Gustavo

Papagaio Mudo disse...

oi Gisele,

O Hermeto e a Hiromi Uehara. Dá só uma olhada!
bjs,

gus

Papagaio Mudo disse...

Bardo, Bardo, Bardolino,

...sempre bem próximo de desvendar um mistério!
brigado.

abs,

Papagaio Sistossílico

Papagaio Mudo disse...

ando preferindo números pares...

Claire disse...

Gostei do desenho e da musica :-D

Gisele disse...

Syd Barrett the first trip, muito legal! :)

Papagaio Mudo disse...

é Gi.
Parece que já sabiam que o moço era iluminado, quando um colega seu de Cambridge filmou sua primeira experiência com alucinógenos.
Ninguém carrega uma estrela na testa, mas esse já nasceu predestinado a ser, (ou vir a ser, tornar-se) um ícone da loucura, da crescente onda de psicodelia que ele surfou tão bem nos seus primórdios. A sensibilidade do Barrett me espanta, mas comumente generalizam, rotulam e são taxativos ao dizer que as drogas coduziram ao potencialzaram um estado (ou estágio) de esquizofrenia no moço.
Rapaz talentoso que se perdeu, digo, ficou à sombra ou a revelia da pouca memória do ser humano. Porém, ao lado de figuras como Jimmy Hendrix e tantos outros que se sacrificaram pelas drogas ou pela medíocridade = como os 2primeiros integrantes abandonaram a nave-mãe, a nave extra-terrestre que Pink Floyd se tornava com o crescente movimento da contra-cultura. O próprio Bob Klose admite que sua saída foi de crucial importância para que a banda vivesse o seu 'melhor momento', se projetando pra além das fronteiras Britânicas. Eu acredito que o Syd Barrett foi a pedra fundamental do Pink floyd, com a qual sem ela, nem Pink nem Floyd jamais existiriam...
abraços documentais,

Gustavo

Adriana Godoy disse...

É isso, acho que vc sabe. beijos.

Papagaio Mudo disse...

coca-cola?

Tempestade disse...

Aff...
Estou (des)inspirada!
Existe essa palavra?
Beijos Tempestuosos!

Papagaio Mudo disse...

não...

>¨<