sábado, agosto 29, 2009

Almas Mortas

– AS AVENTURAS DE CHICHIKOV (POEMAS EM PROSA)
Nicolai Vassilievitch GOGOL

Crítica em forma de livro. Rindo e chorando, denunciando e condenando, Gogol - aquele para quem o mundo parecia uma floresta encantada, cheia de espectros e diabos - deu-nos a primeira versão completa da Rússia. Falando de “Almas Mortas” o próprio escritor disse – “eu quis mostrar toda a Rússia, pelo menos de um ponto de vista”
Escrito em 1841, Almas Mortas conta a história de um aventureiro que compra, a baixo preço, os camponeses russos mortos desde o último censo, mas ainda vivos nas listas do fisco. Uma trapaça que permite traçar um panorama da vida da província e um esboço do homem russo por inteiro, pelo seu lado negativo. Gogol escreveu um segundo volume da obra, mas em um momento de angústia acabou queimando-o. A segunda parte, inacabada e póstuma, foi publicada em 1852.
«Ouviu-se o galo. Era já a segunda vez que cantava, mas da primeira não tinha sido ouvido pelos gnomos. Os espíritos, assustados, atiravam-se contra as janelas e portas em grande confusão, tentando fugir rapidamente, mas era tarde de mais: ficaram ali, cravados nas portas e nas janelas. O padre, quando entrou, parou petrificado à vista daquela incrível profanação do lugar santo e não ousou dizer a missa de corpo presente em semelhante lugar. Assim, a igreja ficou para sempre com os monstros presos às portas e às janelas, cobriu-se de mato — raízes, ervas, abrunheiros-bravos. Já “ninguém conseguirá encontrar o caminho até ela.»

Quem foi esse sujeito, afinal?


20 comentários:

vania disse...

Hallo! Oi! Olá!

danke für das Kommentar. Ich komme aus Portugal aber wohne auch in Deutschland!
Também gostei muito do teu blog. Adicionado á lista!

Und du?

Beijinhos

Vania

Lena disse...

Ainda bem que o papagaio se expressa. seu blog tá muito bom, mesmo. conteúdo bem interessante, mas ainda não tive tempo de ver tudo(!). bem legal mesmo.

a gravura do meu template é do Matisse, agora qual eu não sei, não lembro o nome não.

Danke, Tchüss!

Mateus Luciano disse...

parece ser divino nunca tinha ouvido falar vou atraz primeiro aqui na net depois na alivraria valeu boa dica

S.Elisabeth disse...

This sounds lovely, but alas I do not understand Italian! And the google translater was rather pitiful!!

Sweet disse...

Passei pra deixar meu carinho.
Boa semana!

:D

.::Li::. disse...

Adorei o texto...e o vídeo de incentivo à leitura tb!

Uma ótima semana.

Bjs

Mina disse...

pelo menos eu sou sincera.

beijinhos

AnaCláudia disse...

agradeço o comentário. A ideia é mesmo essa, não deixar que a distancia interfira numa verdadeira amizade!

Karla Oliveira disse...

Gu,

eu achei o vídeo lindo, tem tudo a
ver com a pureza dos seus sentimentos e de tudo que faz.

bjos

Papagaio Mudo disse...

!!!!!-AVISO AOS NAVEGANTES-!!!!!

COMENTÁRIOS ANÔNIMOS SERÃO DELETADOS

(Ainda que sinceros...)


Observação:
Não abrem espaço ao debate, portanto, serão deletados. Exceto que o anônimo deixe nome e E-mail, ou página da Web. Considero anti-ético se pronunciarem anonimamente.
É como pichar o muro da sua casa e sair correndo escondendo a cara. É como debater com o desconhecido. Drácula, o Bicho-papão, Deus. Não há interação de mão dupla.
Mina, a sua sinceridade não me comove.
Abraços éticos e amigáveis,


Gustavo

ps: o autor desse Blog, ou,
o blog é meu, aqui quem manda sou eu...

ti em mim disse...

obrigado pelo comentário e pelo o elogio :)

gostei muito do blog e já decidi que vou segui-lo =)

Danitza disse...

Gus, saudadona!

Por hora só deu para ver as "Almas Mortas" que estão na Casa Fiat de Cultura*... Um tantim de preguiça, afinal é gente até falar chega e eu tenho um sonho: um museu só para mim...rsrs. Mas já tá bom, né?!

Fico tempo sem vir e já cheguei à conclusão: você não perde a graça e a provocação. Adoro!!!!


*se ainda não foi, tire o pijama e vá, escolha um horário mais vazio e aproveite.

Beijão!!!!

PS: Onde estão as "Noites Adentros"????

Carlinha disse...

Já li algumas 'coisas' a respeito de Gogol (considerado influência para literatura russa certo?!), MAS nunca li nenhuma de suas obras. Me interessei por esse Almas Mortas (;

Papagaio Mudo disse...

oi Carlinha,

Vou procurar o livro e editora e te mando.
Abraço,

Gustavo

Papagaio Mudo disse...

Hallo Vania,

Ich habe in Deutschland gelebt,
aber ich leben heute in Brasilien.
mein Vater ist Spanisch ...
Küsse,
viel Spaß

Gustavo Perez

Papagaio Mudo disse...

oi Lena,

é um belo Matisse aquele. Depois vou pesquisar. Obrigado por responder.
tchauzinho,

Gus

Papagaio Mudo disse...

Hi Ellisabeth,

yes, the translator is always pitiful. but try it in portuguese, it's not italian, altough it may sound lovely in italian...
kisses,

Gus

Papagaio Mudo disse...

Sweet,

carinho recebido. Boa semana pra ti também!
abraço,

Eu

Papagaio Mudo disse...

Ti em Mim,

é um prazer tê-la a bordo.
seja bem-vinda, ou, fique à vontade, ou, a casa também é sua! e também dizer que aqui há muitas janelas escondidas, mas nenhuma porta...

abs,

>>¨<<

Papagaio Mudo disse...

Karla Danitza,

O Noites Adentros tá no forno. Crescendo... digamos, em período de gestação.
abraço, não some,

Gustavo