sexta-feira, novembro 06, 2009

Complexo do Papagaio



papo de cumadre...



Sabe, estouraram a boca de fumo. A casa caiu, “não corre não playboy” descendo a ladeira da Principal. Pegaram o Rato vendendo o bagulho lá. Mas será que “fica”? Sabe, o Rui mais o amigo dele, pagam um menino, moleque mesmo, pra ficar lá na quebrada, imagina, depois de vinte e cinco anos de polícia... Mas também, trocando tiro com bandido, que não tem nada a perder, aliás, eles “ganham” mais muito mais que a gente. Soldado de rua, viatura, patrulha... assim igual o Rui, ganha um salário de merda. E porque que ele não se aposenta? ah, menina, tomou gosto, né, pela bandidagem, cavalo velho assim que nem ele não aprende mais outra coisa, quando fica fazendo churrasco, em casa, domingo com os polícia, só fala de morte, de batida, de briga de policia com policia, com ladrão, com traficante, assassino, estrupador, é ladrão de banco que eles mataram, é policia que morre, dá até pra ver o ódio na cara deles... a carne até fica com gosto de defunto, eu saio de casa, vou lá na Marlene, cê ficou sabendo que mataram o Marmita, aquele negão amigo do Rui, pois é... ano passado esse Marmita, Cláudiomiro o nome dele, pregou um menino aqui da comunidade na parede, o Pequetito, deu nele um tiro de 12, escopeta menin, aquela de cano duplo, é, essa mesmo, voa porva pra tu quanto é lá... as costas do menin ficou igual carmoída, daí o irmão dele pegou o Claudiomiro semana passada no beco, é... vamô ver, né? agora tem um tal de Caverinha mandando na bandidagem aqui nesse lado do morro, pelo menos não é igual no Rio, né? que a poliça chega é de Caverão, aquilo é um tanque de guerra... mas a guerra tá aí, né fia? escundida, a gente não sabe como vai sê o dia de amanhã, mas como é que faz? o pai do Rui nasceu e morreu aqui, Seu Antônio, conhece todo mundo, o açougueiro, o serralheiro, os menino que a gente viu nascé agora tão aí, trocando tiro, toda hora “cai” um, Íxi... quando tem festa então, nossinhora... a gente fica aqui quietim dentro de casa. Não sei como é que o Rui ainda não morreu ainda...

7 comentários:

Bia Monteiro disse...

ADorooooo papo de compadre e comadre... hehe
Belo fds pra vc!!!
Bjkas
=)

Karla Oliveira disse...

Estou de olho em você... Pensa que não?

Papagaio Mudo disse...

Sozinho,


"... quando a gente ama é claro que a gente cuida... onde está você agora?"

oi?
falou comigo?

Karla disse...

não, falei com uma borboleta que passou por mim agora.

Papagaio Mudo disse...

uhmmm....


"quem ama cuida" pensei comigo mesmo....

Projecto Artifica-te! disse...

não queiras entender.

Deusa disse...

hahaahah
papagaio... quando relata fatos é o melhor de todos ...até mesmo o mudo ...ahahah
Adorei
beijooooooooooo