sábado, maio 22, 2010

Gisele, ma belle


Oi Gi,

"Presta" ou não presta é uma discussão que prefiro evitar. A prórpria palavra "presta" está relacionada com servilidade (no caso da clarice Linspector ela coloca em índice qualitativo). Postei porque chei a foto bonita. É uma foto "posada". A mulher tem olhos azuis e penetrantes, meio pratedaos. Contrastam com o estilo da iluminação mais branca, do rosto da mulher, a mão e a perna do cara. Os tons de púrpura compõem a cena, o baton e a pele do pênis. O cacete enorme do sujeito (e falo de um falo "símbolo" de falo) impera na grandeza da cena. Elocubrações sobre o erotismo. Na minha análise semiótica da fotografia (uma das qualidades do signo, na arte - o erótico). Na Crítica do Julgamento, Kant dá 26 qualidades ao signo. Entre elas o bizarro. David Linch é cinema, é arte, é bizarro. Sabia que causaria algumas "reações". Re-ação. Seja lá a forma reacionária. Pudor, tesão, moralismo, pouco importa...Se me pedirem que tirem, pedirei que se retirem. Nesse recinto Eeeu faço o que quizer. Inclusive uma orgia visual. Esse comentário é para os demais, Gisele.
Um beijo,

Gustavo

4 comentários:

Gisele Freire disse...

Olá Gus
Penso que vc me interpretou mal, porque o que postei ali foi justamente um texto da Clarice que tá ali no teu link do Caio, e achei bem bonito e oportuno, uma vez que essa "coisa do presta ou não presta" é muito relativa, e o que me chamou atenção no texto é justamente que ela deixa claro nesse trecho aí:
("Além do mais, o que obviamente não presta sempre me interessou muito. Gosto do modo carinhoso do inacabado, daquilo que desajeitadamente tenta um pequeno vôo e cai sem graça no chão.” )
Essa relatividade que ela colocou é que me chamou atenção...
E digo mais, gosto da foto, realmente é interessante o contraste todo a que se refere, não tenho esses" falsos pudores".
Eu jamais eu atacaria vc Gus, uma vez que gosto imenso do que escreve e me indentifico um bocado.
Sinto muito se não fui clara, mas achei que vc entenderia...
Grande abraço my friend!
Gi

Papagaio Mudo disse...

Gisele,

Não quis te atacar, sendo que cloquei uma pitada de sarcásmo na muinha defesa. Tentando explicar e me defender ao mesmo tempo. Fui um "cruel amigo", e nesse caso, a ordem do adjetivo e do substantivo é sutil nessa frase. O trecho da Clarisse Linspector é lindo. Mas, mudando de assunto. Sabe de quem eu visualmente gosto, refente à abordagens bizarras? O Oliviero Toscani. Que ficou conhecido como "fotógrafo da Bennethon". Da só uma olhada...
Beijos,

Gustavo

Gisele Freire disse...

GUS
QUE LINDO RETRATO!
BJ :)
GI

Gisele Freire disse...

O Toscani é um dos caras que eu admiro muito, gosto da maniera que ele vê o mundo.
Por falar neste senhor tão versátil, já viste a coleção de óculos lançada por ele, são lindos?!

...o Lynch é um puzzle dos mais complexos! :)