terça-feira, agosto 03, 2010

Vivícius


Forma de expressar uma dor inexprimível. A infantilidade leva a isso. O infante ou infantil não tem voz. A criança, de acordo com uma reação atávica do pensamento, não é ouvida. A voz de um esquizofrênico também, mas a vocalização infantil simplesmente não ouvida. Não é válida. É absurda e puramente contraditória como a de um louco.