segunda-feira, novembro 08, 2010

"criar uma pequena flor é um trabalho de séculos"

William Blake

Quer saber? Vou continuar sendo o que eu sou. A minha presença hoje inspira respeito. Um olhar de quem não tem forças nem fôlego para combater a Vida. Respeito de quem respeita a Vida. Respeito de quem passou as noites... Essas noites de quem chorou de quem sofreu com o que não se pode mudar de quem se desesperou. Esse “tempo” lapidou minha paciência, minhas vísceras minha alma. Reanimou minha pulsão de vida. Equilibrou minha relação com o ânima. Meus olhos buscam. Minha memória, meus ouvidos, minha pele, a arte. Estou abatido, mas acima de tudo vivo. Com minhas infinitas qualidades e pouquíssimos defeitos. “Um sábio não se elogia” um ditado chinês, mas sabe, queira o mundo ou não, eu estou cada dia mais zen. Mesmo sabendo que excesso de zen também irrita, deixa puto. Não mais dou opinião sobre nada. Tautologia. O céu é azul porque é azul. É porque é. Não denuncio meu gosto por puro desdém. M,

é tempo em que espero o resto da minha vida com toda suavidade, toda candura, toda simplicidade do mundo e até mesmo uma certa indiferença. Alheio a essa prostituição de emoções verdadeiras. Ajudando quem precisa de “pão” mais do que eu. Pão para alma, pão por um sorriso, pão para o alimento. Ajudando a mim mesmo, isso me faz muito bem. Recebendo a paz de ajudar. Recebendo paz. Forças que busco em Deus ou a Natureza. Caminhei dez dias pelo cume das montanhas. O máximo que já caminhei sozinho. Nas trilhas durante o dia e à noite nas tocas. Sehr gut. Dormindo dentro da terra, uterinamente. Sabe, o trabalho na ONG tem sido ótimo. Acho que posso ser mais do que recepcionista.

10 comentários:

Juliana Cavalcanti disse...

Noossa me vi aqui em algumas passagens! :)

Os versos traduzem, a palavra encanta e a internet compartilha! =)

Papagaio Mudo disse...

Oi Juliana,

você é feita de olhos

G.

Liberté disse...

Sintonia dos infernos...
é por isso que gosto do gosto de conhecer as pessoas
O pescar constante de idéias que em vãos momentos nos pairam como Blake.

Paz.

Karla disse...

Irmaozingo querido,
Vim fazer uma visitinha.
Força e fé, confie e siga em frente. Você é uma pessoa iluminada e merece ser feliz, basta querer.
Tenho orgulho do seu dom de escrever, quando eu crescer quero ser assim. :-)
Te amo profundamente, SEJA FELIZ!
Beijos da sua irmã.

Papagaio Mudo disse...

Liberté,

Essa do Blake foi pra você. Sei que você marcou no livro e eu agucei meu olhar, pequena flor, e acho um provérbio lindo, de uma sutileza feminina, suave, belo, belíssimo. Saudades.
Bjo,

Gu

Papagaio Mudo disse...

Oi Karla, irmã querida,

Estou tentando desesperadamente ser feliz. Chega a transcender. Zen. Bom ver você aqui.
Beijo lindo,

Gu

citadinokane disse...

Papagaio,
Então, seja feliz!
abs,
Pedro

Papagaio Mudo disse...

obrigado Pedro.
abraço,

Gustavo

Karla Perez disse...

Você será sim. Tem tudo para ser. Uma familia que te apoia e te ama, saúde pra dar e vender, um lar acolhedor, uma mãe dedicada, uma mente brilhante, um sorriso contagiante...
Viver e não ter a vergonha de ser feliz, cantar e cantar e cantar a belezar de ser um eterno aprendiz!!

Papagaio Mudo disse...

oi Karla,

Eu venci o câncer.
bjos,

seu irmão