segunda-feira, fevereiro 14, 2011

A estrada congestionada, os carros tão devagar quase parando, pessoas vendendo água “olha a água, olha a água!” e nós paramos para comprar umas bananas. Beira-de-estrada mesmo devagar logo chegaríamos. Aproveitei para pedir uma pinga e um velho bêbado se acercou de mim. “Que porra de pinga ruim!”.

__ Que pinga ruim – falou sem pensar.

__ Você achou? – disse a dona do bar.

__ Arrr, achei sim. Mas tá bom...

Nenhum comentário: