quinta-feira, abril 07, 2011

profissão repórter

Pelamordedeus! A vida já não anda fácil e hoje pela manhã deu-se um caso alla “Tiros em Collumby” – um psicopata comete massacre numa escola. Agora vão fazer reportagens com cada mãe, cada pai, cada policial que participou. Vão filmar os resquícios de cada bala que resvalou, juntar os registros que foram filmados em celulares, ouvir o depoimento de testemunhas oculares. E parecerão infindáveis as suítes até que encontrem a mãe do sujeito. Hoje esse blog está de luto, minha cabeça doeu o dia todo e ainda reflito sobre a profissão de jornalista.

Um comentário:

Adriana Godoy disse...

Lido, conferido, aprovado.

Melhoras. Beijo