quinta-feira, junho 30, 2011

A Nobre Verdade da Impermanência

Nada sobre a terra permanecerá. Tudo passa, nada fica em seu lugar. Dos monges tibetanos aos filósofos modernos, astrônomos e físicos quânticos, todos reconhecem a impermanência de todas as coisas. O sol abrangerá a Terra, engolindo e transformando todo nosso sistema planetário, mudando e configurando um novo modelo cósmico em permanente mutação, ao bel-prazer do Criador, as ambições do Caos, à ordem de atração das forças e sua polaridade, ao ritmo de algo que é como questionar Deus: proliferam-se as respostas mais enigmáticas que as perguntas. Seria Deus um equívoco do homem? Ou será o homem um equivoco de Deus? Ouço Billie Holiday nesse dia lindo quando silêncios de nostalgia pairam no ar. Perdi totalmente toda a minha volucubrência. Adeus Carlos Aguiar da Costa Pinto, baiano de origem, amigo de tantas referências, nobre colecionador de arte... Até nunca mais.

Nenhum comentário: