quarta-feira, março 21, 2012

O que é fenômeno para Charles?



Como ponto de partida, sem nenhum pressuposto de qualquer espécie, Pierce voltou para a experiência ela mesma. [...] como entidade experienciável (fenômeno ou phaneron) considerou tudo aquilo que aparece à mente. Sem nenhuma moldura preestabelecida, sua noção de fenomeno não se restringia a algo que podemos sentir, perceber, lembrar, ou localizar na ordem espaço-temporal que o senso comum nos faz identificar como sendo “mundo real”.




“Fenômeno é qualquer coisa que aparece à mente, seja ela meramente sonhada, imaginada, concebida, vislumbrada, alucinada... Um devaneio, um cheiro, uma ideia geral e abstrata da ciência... Enfim, Qualquer coisa.”



Teoria geral dos signos

Nenhum comentário: