sexta-feira, junho 14, 2013

freedom

Não há curva que faça desistir. dor que me curve que seja.
Tenho fé em resistir.  Semeando a liberdade, tenho fé. Caminhando e vivendo com a alma aberta. Caminhando pelo sol que vem depois do temporal.
Tenho fé no nosso sonho que há de ser real.
Acender a esperança e apagar a escuridão.
Derramando a esperança sobre os corações.
Caminhando com a alma nova, tenho fé que a fé um dia brota.
Insiste forte alegre cheio de paixão.

Me chamo de Gustavo, tenho 35 anos, sou um mais homem nesse mundo.
Passei por enfrentamentos causados pela dependência química. Tive tudo que quis, fui feliz. Fui triste, fui Ninguém. Fui além, alento, fui lamento, da lama ao vento.  
Fui riso, gargalhadas de aforismo.
Foi tenso, fui eu mesmo.
Confrontar-se é uma batalha. Tantas tanto e tantos tanta que não vou dizer.
Caminhei por vales e montanhas.
Atravessei desertos.
Pensei que nada havia em torno de mim nem dentro de mim mesmo.
Mas descobri que nada se oculta no universo.

"Todo corpo mergulhado num fluido em repouso sofre, por parte do fluido, uma força vertical para cima, cuja intensidade é igual ao peso do fluido deslocado pelo corpo."

                                                                                   Principio de Arquimedes
                                                                                   


(... enunciando pelo sábio grego Arquimedes de Siracusa, 287 a.C. – 212 a.C.)
dale Wiki- 

Nenhum comentário: