quarta-feira, outubro 30, 2013

não tive ninguém ao meu lado quando me encontrava partido
estava torto
olhava de lado
ululava
o obvio
aflitivo
um olho
pra cada
cisco
um cisca
pra cada
escarro
um pare
pra cada
carro
pra cada
pedra
um
pigarro
fui vil
fui
mau
acostumado
fui
um animal gentil
meio mal
meio gentil
mea culpa
meu adolescer tardio
minhas pernas meu quadril
vitrifiquei meus sinhos
minha tarde de abril
e nuca mais tive
acesso
àquilo que se perdeu....
lágrimas na chuva

fim

para Pedro Lima

Nenhum comentário: