domingo, novembro 24, 2013


Lua
na casa 7


Me lança um olhar como se eu fosse criança
mas não vê lua
nem luar
meus olhos são mesmo
doces e perversos
assim como sua mão
que me acalenta
não importa a rapidez
com que acabe meu cigarro
aceito calmamente esse olhar
um número sem limite
de pensamentos

transbordam, inundando,
adormecendo

Nenhum comentário: