quinta-feira, novembro 21, 2013

O dia da consciência negra - the day afther

Ontem foi o Dia Nacional da Consciência Negra.
Consciência tem cor?
Estive frente a frente com uma questão ética no jornalismo. Como e a quem devo pedir uma opinião sem deixar de ser ético?

Ao menos é o que se espera dos cidadãos do terceiro milênio.
Isso rende uma postagem? Tenho informação suficiente para uma matéria?
-[Junte as ideias, organize. Daised and confused ouvindo Led. Selecione os fatos. A pesquisa de opinião pode não ser suficiente para uma postagem]- pensamento do hipertexto...
Analisar um determinado assunto significa dividir, separar em partes. 
A posteriori pode-se emitir um juízo sintético, que acaba esbarando, ou melhor, vem acompanhado de um juízo de valor. 
E como valorar bem e mal, bom ou ruim, quando se trata de cor? 

De gustibus et coloribus non est disputandum diz o ditado, que originalmente incluía a palavra "cor".
Meu pai lembrou o gesto do corredor Jesse Owen diante do fürer nas Olimpíadas de Berlim, em !936, vencedor da tão esperada prova dos 100 metros rasos.

Mais rápido do que imediatamente (como um velocista) eu já havia disparado minha sub-metralhadora sub20 que trato no bolso, e arrebatado alguns depoimentos curtos.
Na hora eu pensava na ética ao perguntar aquilo "o que você tem a dizer no Dia Nacional da Consciência Negra?" Será que estou pondo em dúvida uma moral utópica em que devemos crer?
A sociedade, em seu estado mental, sofre sintomas de queda quando se fala de polivalência racial. Indicativos claros (ou obscuros?) de que algo vai mal. 

A própria língua ajuíza valor e inclui sentido quando cria verbos como denegrir.
A mim só importa essa página em branco onde escrevo com letras negras e creio que seja assim por uma questão do óbvios ululantes. 

Acho que oficialmente tenho uma postagem pronta.
Com licença
, por favor, que eu quero passar. Senão vou me perder nesse oceano de informação. Quem me ensinou a nadar foi foi marinheiro, foi os peixinhos do mar... 
E você? tem alguma coisa a dizer sobre dias de tomada de consciência , nêga?
deixe um comentário...

Confira as respostas:


12:10
Paulo NazarethTomando consciência todos os dias ...

Pedro Lima

sou solidário
acho incrível esse foco de um povo nteiro... essa preocupação com sua consciência... com a ancestralidades mesmo... eu aprendo sempre com eles...
tanto quanto sobre a páscoa...
sou 100% negro
vc ta(m) bem jung gus?
to acompanhando o programa nacional de redução da mortalidade dos jovens negros... alem do controle da violencia letal em territorios pacificados, lembra?
Negon Davidson
Negon Davidson

dizer que a luta não termina. Contra qualquer tipo de preconceito


13:09
Ed. Marte Que vivemos num pais com muita gente racista e colonizada. Só isso.



Froiid Caco
Foiid Caco eu acho essas subdivisões desnecessárias


vous avez quelque chose à dire sur la conscience noire mondiale?

J



Julien 'Djouls' Lakshmanan
elle est bien noire en effet...

merci Julien!




Julinho Barroso
Diria sim. Abaixo o racismo 





























Nenhum comentário: