terça-feira, janeiro 21, 2014

hold Lord

"Muito embora todas as dualidades provenham do Um, não fiques apegado a esse Um."
ensinamentos do Buda


Estou aqui. Atras dessas palavras a sua frente em frente o PC. Estou aqui, ouvindo Laren Hill acústico MTV. Estou por aqui. E porque eu deveria escrever essas palavras? Linguagem – sistema estrutural de signos. Uma coisa que está no lugar de outra coisa – idéia. Porque eu devo escrever?
Não há mais nada em mim, senão a coisa em si.
Tentei
parar de escrever não consegui.
Vou romper de repente como um raio numa tempestade. Vou cair do galho no final da tarde. Vou virar semente e viver por toda eternidade. Vou pra casa do caralho ouvir e rir. Não quero mais o sol nascente. Não mais ranger de dentes
, est me free
. Desesperação pra que? A vida é leve a vida. Você gozava suas podres delícias e eu fiquei azedo. Sem voz e sem você. E eu fiquei com medo. I guess I was afraid so afraid.
E eu sem mim se perdeu.
Onde foi?
Onde se meteu?
Sinto, sinto muito...
hold me.



Nenhum comentário: