sábado, fevereiro 15, 2014

na oca ôca

Vou te contar

Há muito tempo muito ideal de felicidade não é conviver.
Acho que faz desde sempre.
Desde assim.
Desse que vim morar dentro de mim.
Mas agora eu existo apenas aqui, pendurado nessas linhas.
Eu moro dentro de caixinhas
Retalhei e manuscritos
e embrulhei com eletrocardiogramas do meu pai.
Contém parte de mim.

Foda-se. 

O que contém?
eu vou ficar bem?

Nenhum comentário: