quarta-feira, fevereiro 12, 2014

sê-lo

Adônis decidiu ser jovem para sempre. Sim. Forever young. Young forever. Ao menos até o princípio a imensidão. Arrumou suas coisas como podia. Tentava pensar em partes ou camadas, pedaços. Reunia cacos, coisinhas inúteis, até onde a vida o havia levado. Até onde havia vivido. Levando a vida. Queria nunca colocar vírgula e também nunca mudar de parágrafo.  Masticando puchos, como dice el tango. Tabaco era um inferno em Hades. Seus olhos ardiam ao acender um cigarro.  Sua cabeça orquestrava um plano, mas na geografia íntima e seca dos ideais, ainda não sabia se norte ou sul.       


Nenhum comentário: