quinta-feira, maio 29, 2014

Sapatos desajeitados

Sapatos desajeitados


Eu certamente vil
vamos matar a loira
embora que não consegui 
Vamos torturar isso conquistou a morena

Já é tempo de mais do que tempo
deixá-la em uma gaiola
deixá-la na cabeça com um buraco de
mulher, cabelos negros vamos abusar

conforme dito nos meus olhos e testa
digamos à parede
e lançou seu corpo na vala
vamos! não vamos dizer a ninguém

e enterrá-la na memória
não há nada mais nojento
do que era apenas um sonho
um madrugar de abril...
Parte superior do formulário



Nenhum comentário: