terça-feira, julho 22, 2014

De gustibus et coloribus non est disputandum




Eu sonhei com seu aquário...
Talvez eu quisesse ser
um daqueles peixes
com sua exuberância de monstro

o pensamento
voa um passant
com a peculiaridade
digna das borboletas

o cérebro agora
tão calado irracional
tão disperso imoral
que chora sozinho

lágrimas de cristal



Nenhum comentário: