quarta-feira, outubro 08, 2014

Dínamo da noite estrelada




Conclusões




ALLA TEDESCA

Pode-se dizer usando a linguagem alimentar, que existem pessoas amargas, indigestas, azedas até. Mas não estou certo de que já se tenha dito que o amor também possa ser como o movimento d uma ulceração contínua. Há vítimas que nascem com vocação para carrasco e há vítimas que serão sempre vítimas. Seja desse, dessa ou daquele outro. O amor como movimento regurgitório, autofágico, e (ao mesmo tempo) canibal. Enquanto Kronos (devora uma vaga noção) o tempo.

Nenhum comentário: