terça-feira, abril 21, 2015

28 de dezembro de 2014 - Clínica



Hoje, domingo. Por quê você não me deixa te amar? Hoje lágrimas escorem dos meus olhos, queimam. Quando vamos nos ver novamente? Não fale comigo se você sente que ainda estou mal. Fazem quase dois anos que eu te liguei e esse ano já vai acabar. Hoje não dá.Hoje acordei com o sol brilhando. Uma enigmática vitória crispada de lágrimas. Só queria que você soubesse que estou aqui. Hoje, onde está você?

Nenhum comentário: