quinta-feira, abril 30, 2015

monólogo da madrugada silenciosa



Vida cacarejando velhinha soprando bolo
morte ri no ombro da menina
tornando-se mais escura
você nunca vai ser perdoado

Old man a mover cabeça acomodado
através de brotos da alma
na garagem fala "ah love you"
é o problema da transcrição

mas vai ajudar-nos parvos love
imortal narcótico da esperança
bilhete perfurado de amor

Nenhum comentário: