segunda-feira, junho 29, 2015

pequenices


Eu procuro as coisas pequenas. Principalmente aquelas que estão em mim. Aquelas que caíram no chão sem que eu percebesse. Aquelas que adoecem o meu olhar de tanto procurar, então é como ouvir flora cantando, nada será como antes... Eu procuro pelo mundo crianças coloridas que que jamais foram vistas. Por que eu busco as pequenas coisas? não que as grandes sejam feias, ou não despertem meu interesse. Não que as grandes sejam grotescas e horrendas. As pequenas coisas têm algo de grande em sua delicadeza, as coisas grandes terminam pequenas. As coisa pequenas fogem aos olhos, e, ou não, talvez por isso, talvez pelo fato de poder segura-las, segura-las não é bem o termo certo, suste-las na ponta dos dedos e admirar com encanto a amenidade de sua beleza, charme, graça, magia, suavidade, delicadeza, finura.Tanto as grandes quanto as pequenas são passageiras. Mas, quanto uma pequena flor cai em você é impossível não admirar. Geralmente as coisas grandes quando caem sobre nós são bombásticas... Gosto de ser pequeno. Girl you gotta love your man.

Nenhum comentário: