quinta-feira, agosto 13, 2015

A noite é escura




Nessa vida a gente conhece todo tipo de gente. Acha que conhece. geralmente não conhece. Temos acesso ao objeto, mas não somos objetos. Mesmo os objetos são incognoscíveis e inalcançáveis em sua totalidade, imaginem um ser humano. Eu desisti de escrever. hoje abro uma exceção por um tango rasgado. Um tango para Brih Kaloo, super mulher. Nessa vida já pesquisei algumas questões que intrigam o homem, como Deus, o amor, a felicidade... bem, se Deus é amor, por conseguinte  o amor existe. Se Deus existe, a natureza existe. A felicidade repousa, vai contra o fulgor da corrida contemporânea, no sentimento de vitória e potência. Olé! A raiva faz um bem tremendo num dardo lançado no peito de quem merece.



para Brih Kaloo

Nenhum comentário: