sexta-feira, agosto 19, 2016

pelo tempo



Está-se abrindo uma nova campanha contra o tempo, pelo tempo e através do tempo. Portanto não tenho pressa, mas tenho atenção em como conduzir o jogo. Já disse que mudei as horas de escrever, embora não fizesse nada durante o dia para escrever durante a madrugada, escrever durante o dia não significa que agora eu não faça nada. Esse inverno não foi como eu esperava. Acho que também já disse isso. Agora não posso deixar que morra minha ambição. Esquartejada pelo meu delírio zen. Onde vou parar? Numa parte que me caiba dentro dum caixote. No fim é assim... Porque o Tempo corre, por que correr tanto?

Nenhum comentário: