quinta-feira, novembro 23, 2006

Profissão e Sacerdócio


Axioma
A partir do relato de minhas próprias experiências tentarei demonstrar que, em menor ou maior grau, profissão, ainda hoje, pode ser cosiderada uma espécie de sacerdócio da era moderna. Qual o que, em busca de uma profissão que possa defini-lo socialmente, o peso do dinheiro ainda é maior que qualquer idealismo. Pense no meu ideal de ser escritor. Como explicar isso para a sociedade? Como sobreviver com todas as letras? Palavra por palavra? Da observação do que supostamente seja essa corrida por uma estabilidade econômica, casada à realização pessoal, tentarei de forma clara e isenta estabelecer pequenas verdades sobre cada profissão a ser analisada. A começar por aquelas mais óbvias que serão invintávelmente abordadas e usadas como figura de linguagem, como o próprio sacerdócio. Também sair em defesa de cada uma. A medicina, em seu valor milenar, também como forma de sacerdócio, relativo às reverências recebidas por aqueles que têm prestígio dentro da sociedade (que quanto menor, mais poder social esse indivíduo deve ter). Mas simultaneamente tentar desvendar os males e estigmas que assolam cada uma.
Continua Prólogo...

Nenhum comentário: