quinta-feira, maio 05, 2011

ligação



Retomo as tarefas. O cotidiano me faz bem. Todo dia o mesmo café e cigarros. Belas cores enfeitam os dias. Tem sido agradável viver a espera de um novo rumo, uma nova esfera de vida de relações, de convivência. Em casa leio, durmo, ouço música. Quando fora, vagueio, vou pra yoga, escalo... Entro nas livrarias, mas café expresso não tomo mais. Leio orelhas de livro e em geral não gosto de nada. Capas bonitas e os clássicos em edições de bolso. A Dama do Cachorrinho inspirou minha curiosidade. Todo o dia vejo múltiplas damas e seus respectivos cachorrinhos. Umas velhas, outras jovens e os cães das mais variadas raças. Encontro um vira-lata às cinco da madrugada, cúmplice das minhas andanças. Seus olhos não se cruzam com os meus. Ambos temos pressa. Do alto é que se vê.

Nenhum comentário: