quinta-feira, dezembro 20, 2007

Corre solTa

Uivando em Cochabamba
tudo se acaba preso
buscando as velhas coisas
em si mesmo um atalho
flores apunhaladas
que não devia crêr
q sou eu mesmo q flutua
sob o céu
.
A diferença
cinematográfica da crença
não percebe a semelhança
a voz flecha o pensamento em brasa
criança bêbada na rua
os carros passam
a vida passa

Nenhum comentário: