segunda-feira, agosto 24, 2015

blue boys


um senão

Um esclarecimento: o Tempo não existe. Foi o homem (raça humana) que o inventou para pontuar o envelhecimento, o declínio da matéria, a impermanência constante. Se Tempo não existe digo, portanto que mais um elo de matéria se fecha nesse momento, como uma cicatriz. Dar destaque a linha temporal, é como "dar-se conta" de que somente o Tempo demarca, delimita e conta essa aventura, da matéria ao espírito, do concreto ao abstrato. Micronizamos o contágio das horas, exterminamos o Tempo que hoje* é somente uma questão global. A interface, a linha que me liga a essa realidade particular via cabo. Como uma torre torta, uma tocata, o hino estadunidense num dedilhado de Hendrix, e depois, um palco vazio. Porquês.

Nenhum comentário: