sexta-feira, março 04, 2011

Transmutando


Transmutando... transmutando... A chama violeta. Toda hora Deus e a luz dourada. Minhas coisas estão preparadas. Estou preparado para a mudança, estou também me transformando. Transpondo barreiras entre o homem velho e o novo. Vencendo os obstáculos que a vida nos impõe. Sempre é tempo de renovação íntima, recomeço, reconforto. Amor, carinho, companheirismo, tranquilidade, amizade. Com os mesmos anseios, porém, com mais serena compreensão a que me disponho perdoar e sacrificar. Despojando-me da velha roupagem para vestir a única branca, e burilar meu espírito, iluminar minha alma, vivenciar a paz interna mesmo sob as mais diversas inquietudes externas que nos fazem “perder muito tempo”. Velhas diatribes internas não mais me atormentam. Como tornar novo, melhorar.

Nenhum comentário: