quarta-feira, janeiro 22, 2014

antipoético

Eu despertei e vi uma luz
como quando uma vela
acende a outra, mas agora

você não está mais aqui
e se você estivesse aqui
eu estaria aqui

ninguém dorme pelo o céu
ninguém, ninguém


a página se mantém neutra
você, em si mesma

tudo em volta está deserto
tudo certo


Nenhum comentário: