quarta-feira, setembro 23, 2009

badzimmer

O anjo e a pipoquet

Ouvir a música de modo não-musical. Perceber, ler sem entender. Entender não importa muito. A seqüência de seiscentas e cinqüenta palavras. Após o último telefone atirado na parede e última rosa papel amarela retorcida no cabide do armário, e até mesmo isso imaginário. Beat angelical do tempo. Perdulário de tresmil fotos semi-novas coisinhas que se encontram nos gritinhos que se perdem. Comovente ouvir o anjo, as memórias do anjo e o tilintar incessante da pipoquet. Como quando tínhamos a paisagem pendurada na parede dos olhos, e mais nenhum encanto coesão ou ação. Eram por mim meus olhos minha boca e meu nariz, orelhas-ouvido-audição. Meus rins que nunca hão de rimar com nada atrás de filtrar as vias, numa via-vai sem fim. Com o resto dos som que ali sibilam, entre o choro e o riso sempre meio simultâneo de criança, entre a cadeira e a parte que te cabe. Que você apunhala com fé!
e dança.

9 comentários:

Mina disse...

pipoca + nelsinho piquet = pipoquet

análise baseada na dialética junguiana em oposição à vontade de potência de Nietzsche e na psicanálise de Heish com ênfase em Freud.

Beijinho
Ps.: o caldo animal do tempo aumenta com a chuva. Chove aqui! Chove aí?

Papagaio Mudo disse...

sim, aqui chove


Caio Campos - dublês de poeta -(blog)
meu caro,

COMENTA DIREITO
SENãO... VOU APAGAR

sorry

Mina disse...

Não me chamo Caio, pensei que fosse reconhecer meu estilo...:/

Vou preparar um comentário-essencial-ideal pra você tá?

Em tempo...
Gostei do "Beat angelical do tempo"... tirando o "angelical"
:]

Papagaio Mudo disse...

ok Mina,

Deixa um link, senão serei obrigado a deletar seus comentários...

não gosto de gravar estilos nem de conversar no escuro com quem não conheço.

Mina disse...

Pode deletar... só queria conversar um pouquinho...

mas não faz sentido, já que você não conhece todos seus 146 seguidores... e sim, você me conhece, somente não me reconhece...

não comentarei mais, mas continuarei lendo, já que se trata de blog público.

Mas você pode censurar a visualização dele tbm...

Até +!

SLEMOM X disse...

Provavel que não lembre de mim tbm-afinal aqui lota que nem o Maracana em final(hsuashuh).Mas apareço as vezes (assim quase sempre) pra xeretar (quer dizer ler/e admirar). Vc eh maluco,um tanto quanto insano-mas confesso genial.Adoro teu blog -embora sinta medo de alguns posts.

P.S: quem é o guri descabelado na foto?

Bjus de uma leitora fiel,tchau! (volto em breve)

Gisele Freire disse...

Oi Gus
Adorei este também, e gostei muito do "Beat angelical do tempo", sabe bem usar as palavras my friend!
bj
Gi

Gisele Freire disse...

em tempo: gosto da foto também!
bj
Gi

BAR DO BARDO disse...

Saci cachimba, também sibila sibilino...