segunda-feira, outubro 03, 2011

Yang Yng

Essa noite ver-me-á
Sempre digo,
essa noite ver-me-á de todas as formas
Só sossego com meu sono preguiçoso de palhaço.

Sou visual.

“Doente a gente já é – pausa – porque nasce pobre"
Pescador de lixo no Tiete

Quando perguntado pelo repórter se não tinha medo de ficar doente.

Numa área limpa e preservada do mesmo rio Tietê.
__Quantas piranhas o senhor pescou hoje?
__Duzentas e trinta e duas, de duas às seis.

Nenhum comentário: