terça-feira, março 31, 2009

2 comentários:

nina rizzi disse...

eu amo esta canção, mas ouça a minha. quem sabe te anime só por zomabra da tua cara.

eu não tenho idéia (com acento, e daí?) de onde arranja estas fotos que eu gosto tanto e passo tanto tempo em mirá-las.

eu adoro os gatos e são eles que vão me matar. sim, asmática. sim mãe de tant@s. ainda ontem recitava o interminável conto do gato-de-leilão.

essa moça tão branca... ela mexe comigo sabe. tenho a certeza de que mexia em seu cóccix com meus dedos muito mais que hábeis que seus dedos. disse seus dedos, não teus dedos.

eu gostava de aprender a falar alemão pr'além de princesinha e destruindo novos prédios e corra!

eu não sou judia pra querer me exaltar da própria humilhação. mas gosto dessa a-moral. da música, a mais dionísica das artes, bem mais que o nascimento da tragédia e que de cristo.

meu cabelo é bléque. nunca tive uma banheira e já foi meu sonho. já dormi com mais de duas garotas. elas também são más. não sei ao certo se mais que eu. choramos tanto. tnt.

no mais tua citação de ginsberg me ins-pirou na sutra.
eu, em vias de mão dupla. que tantos kama sutras dei...

beijo, moço.

Papagaio Mudo disse...

nina,

te amo

gus

>>¨<<





ps: (L'animal qui donc je suis, Jacques Derrida) todos os gatos do mundo! Montaigne, Perralt, Grin Bros., Lewis Carol, Rilke (Schwartze Katze, Conto), Bauledeire, e por aí vai...
também ando a ter idéééééias
procura no FFFound...