quinta-feira, abril 08, 2010

Eis que de novo a ti devo Eu
Eis me aqui a ti de novos Eus
Eis Birigui, capital latino americana do cinema
Eis Copacabana eis Ipanema
Eis Ipiúca poróró dendê
Eis piaçaba ganzá maculelê
Eis aqui você que sentada ao pé da santa
Eis a falar de novo sem querer
Minha prosa
meu Você perdido em ti...

Um comentário:

Nydia Bonetti disse...

Cedo ou tarde, o que anda perdido em nós aflora... É assim, Gustavo. Até que se desfaça - ou não.