sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Noites Adentros, NY

P a r t e 5 Umwertung aller Werte

As necessidades animalescas do além-homem, ominosamente somem quando se toma consciência das ilusões duradouras. Mares e oceanos, desertos e florestas, ventos que sopram sobre a face da Terra, tudo é impermanente. Uma massa anônima e sem herói que tudo sintetiza e faz girar a roda dos esquemas. Além das ilusões de transcendência, vão encontrar traços genéticos no amarelo ouro-enxofre do tempo dos meus alfarrábios esporrados. O primado das éticas deontológicas busca apenas o bem-estar, e passa longe do tema felicidade. Não quero fazer uma longa digressão sobre cada lugar que percorri. Da mesma forma como não posso ser breve na descrição do caminho desconhecido. Pode-se começar uma história pelo meio, avançar e retroceder, desembrulhar ousadamente um teorema, um teorema edipiano. Pode-se eliminar toda e qualquer menção a tempo e distância, e no final proclamar, ou deixar que alguém proclame, que na última hora resolveu-se o problema do espaço-tempo. Syed, o paquistanês, estava me esperando em Barabanki. Em um veículo multicolorido e após dez dias de viagem, consegui chegar a esse vilarejo indiano na fronteira com o Nepal.
Nova Yorque agora figurava apenas como um nome no meu caderninho financeiro e fazia lembrar minha filha, a Pixie. Não sei se ainda podia chamá-la de minha, my sweet little doll, minha bonequinha. Disse que um dia a levaria ao Tyffany's para tomarmos café da manhã.

>>¨<<


L e t z te K a p i t e l...

9 comentários:

Papagaio Mudo disse...

...o segredo de se fazer o melhor disfarce emocional.
Conseguir ser confundido energeticamente com a rede de pessoas do local, entender o funcionamento de todas as coisas.
Arquiteto de labirintos.

>**<

roserouge disse...

Querido arquitecto de labirintos: vê-lá se agora já está menos pesado. O meu blog, quero eu dizer.

Liberté disse...

Das Regras Deontológicas I - A dignidade, o decoro, o zelo, a eficácia e a consciência dos princípios morais são primados maiores que devem nortear o servidor ...

Obrigada + uma vez.

de todo o coração
lili

Papagaio Mudo disse...

por nada..

>¨<

ps: de onde tirou isso?
fonte

Menina do mar disse...

Caramba... é preciso implorar a tua visita...
Saudades tuas Gus..
beijo e bom fim de semana

Raquel disse...

O conhecimento não aplicado, o que seria? Falácia?

Liberté disse...

Da Legislaçao Jornalistica.

Efigênia Coutinho disse...

Disse que um dia a levaria ao Tyffany's para tomarmos café da manhã.

Arquiteto de labirintos.

outra.


De mudo o papagaio nada tem, de bom gosto tem muito, e ainda um certo ar alquímico, quando escreve, e bem sabe escrever.

Li e gostei,
meus cumprimentos ao belo som de JAZZ,
Efigênia Coutinho

Papagaio Mudo disse...

Olá Efigênia,

Bem vinda ao meu espaço virtual, e muito obrigado pelos elogios.
Apareça sempre!
Abraços,

Gustavo