terça-feira, outubro 06, 2009

Aiê iê mamãe Oxum


Ora ie ieu Oxum,
Salve dourada senhora
Da pele de ouro!
Benditas são suas águas,
e essas mesmas águas lavam meu ser
e me livram do mal.
Oxum, Divina Rainha, bela Orixá,
venha a mim,
caminhando na Lua Cheia.
Traga, mãe, em suas mãos,
os lírios do amor e da paz.
Torna-me doce, sedutora,
suave, como és.
Mamãe Oxum, me proteja, Orixá.
Faça que o amor seja
constante em minha vida
Que eu possa amar a
tudo o que existe.
Me proteja contra as
mandingas e feitiçarias.
Dai a mim o néctar de sua doçura
e que eu consiga o que desejo
Mãe do ouro, da beleza e do amor,
Senhora do mais puro Axé,
valei-me hoje e sempre.
Aie ieu Oxum!




Louvação

13 comentários:

Papagaio Mudo disse...

Golden Lady

disse...

caro jornalista: vou considerar o comentário como elogio e tu devias considerar o texto como ficção (:
e mais do que ninguém deverias saber a imensidão de que é feita a internet, encontra-se de tudo e isso é bom . se fossemos todos iguais, não seria preciso tanta gente no mundo, digo eu

e é tão bom ser louco, já experimentas-te? decerto que sim =)

Miiki <3* disse...

Paulo Ricardo, foi aqele rapaz qe me ajudou bastante a enxugar e a axabaar com minhas lagrimas :)

Obrigada por passar :)

Gabs disse...

olá :)
esteja a vontade para continuar a visitar o meu blog. irei seguir o seu.
é uma bela cidade, espero um dia vir a conhecer a sua.
Cumprimentos

disse...

ah, mas não me permitem que falte tantos dias às aulas, porque se me fosse permitido, decerto seria muito bem capaz de estar 10 dias sem ver mísera pessoa =)

seja qual for o tempo de sua existência, espero que a loucura esteja então alojada em pelo menos metade dela e que venha a estar ainda por mais anos . a minha, por exemplo, está só no inicio (:

mais loucura, menos loucura .. a incompreensão, censura e o preconceito é todo o mesmo e a dose não muda na receita (infelizmente) .

Papagaio Mudo disse...

Té,

a vida é assim mesmo...
que o seu Orixá te abençoe,

Gustavo

Filipa disse...

Tão lindo :)
Também gostei muito do teu blog **

BAR DO BARDO disse...

Bendito Seja

Compositor(es): Bráulio De Castro - Paulo Elias
Intérprete: Benito Di Paula


Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja
Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja

Um alemão muito louco
Juntou um bocado com outro bocado
Metade disso naquilo
Pingou mais um pouco e deixou de lado
Foi descansar, ora veja!
Sem mesmo saber que ele tinha inventado
Todo o prazer da cerveja
Danado de gringo, que bendito seja!

Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja
Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja

Gosto da loura ou pretinha,
Que espuma na lata, no copo gelado
Mistura vira mulata,
Que o mundo deseja e fica vidrado
O nome dele, acredite,
Não sei se era Hans, ou, quem sabe, Schmidt
Onde estiver bem esteja,
Danado de gringo, que bendito seja!

Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja
Bendito seja, bendito seja
O alemão que inventou a cerveja

BAR DO BARDO disse...

Bendito seja,
o alemão que negreja!

Papagaio Mudo disse...

Herr Bardo,

einen Fuß in Afrika,
ein in Europa.
Ich war in diesem porra! de Brasilien geboren...

Bis bald.


Gus-
tavo

BAR DO BARDO disse...

Einen Fuß in den Arsch. Verstanden.

Papagaio Mudo disse...

Ja, verstehe...

karenina disse...

me ha encantado cada foto que subes como entrada a tu blog...y esta de más mencionar que me agrada la generación beat!

abrazo gus!