quinta-feira, janeiro 08, 2009

Lip stitches


Uma espécie de horrorshow comedido aquela noite no H.P.S. em um subúrbio da cidade. Não podia imaginar que estaria ali naquele momento. Vendo aquela cena de sangue de um homem completamente bêbado com um buraco de bala na canela. Pude pescar que seu irmão, policial militar em trajes civis, puto da vida de ver aquela cena. Outro camarada, dentro da sala de sutura já havia levado uns mais de duzentos pontos corpo afora. Uma senhora velha choramingava enquanto alguns malandrinhos planejavam se vingar de quem agrediu o broder. E pééééémmm! Emergência! saem os médicos correndo para atender alguém que chegou pior que eu, pior que todo mundo. Não sei quando vou ser atendido. O meu caso era o menos grave, apenas um micro-corte no lábio causado pela insensatez da Valentina. Chamaram o médico de plantão. Por sorte minha veio uma médica que acabava de despertar. Não queria ser atendido por um daqueles médicos que já haviam costurado a noite inteira. Já eram quatro ou cinco da manhã. A bela doutora recém desperta me tratou com a maior delicadeza... Colocou o campo fenestrado. Aplicou anestesia local e suturou o meu lábio. Foi difícil explicar como aquilo aconteceu. Ninguém toma uma patada na boca por acidente. Valentina estava aplaudindo o espetáculo com indiferença. Uma heroína sexual dos quadrinhos não se choca com esse tipo de cena. Fria como um vento glacial. Dura como um diamante bruto. Depois desse dia passei a ver que nada mais a sensibilizava. Nada mais além dela mesma, além de suas próprias fraquezas, além de tentar esconder, mas não conseguir, suas emoções mais mórbidas. Foi assim que, tentando procurar o motivo dessa violência sem nexo, nas histórias que me contava, as quais eu juntava os pedaços, eu me perdi no labirinto do seu cérebro.

>¨<

5 comentários:

Papagaio Mudo disse...

Camille

Menina do mar disse...

Mildred, Camille... Jesus! Ninguém o pára!
Rsrsrsr
Beijos

Papagaio Mudo disse...

quem dera fosse assim...
beijos,

>¨<

Codinome Beija-Flor disse...

Gustavo,
Viu como estou certa.
Como é que se pode escrever com tanto talento assim?
Ai: "eu me perdi no labirinto do MEUu cérebro."
O link tá aqui sempre .
E agora vai ficar mais uma vez.
http://codinomebeija-flor-esfinge.blogspot.com/

Bjo

Papagaio Mudo disse...

Beija-florzinha, :)
está mais que linkada! manteremos sempre contato. Não sei poruqe mas nõ consigo mais acessar a página do sitemeter por isso não consigo mais "rastrear" as pessoas e blgueiros que me visitam, eu diria, por pura curiosidade de saber quem me espia. Seria, digamos,uma contra-espionagem industrial. Vixe, viajei longe! mas tá sabendo né.
Beijo, minha linda, obrigado pelas visitas.
Bjo

GuS

ps: não acredita na menina do mar não porque eu tenho registrado os comments e o nome dos poemas aqui. A não ser que ela apagou..

Você apagou meus comments, menina do mar? rsrsrr
Bjs pra geral!

>¨<